Home / Divórcio / Meu marido pediu separação o que fazer
Meu marido pediu separação o que fazer

Meu marido pediu separação o que fazer

Milhares de mulheres surgem com a seguinte dúvida: meu marido pediu a separação o que fazer. Essa é uma pergunta muito comum, que com certeza passa pela cabeça de quem está enfrentando um pedido de separação.

Pensando nisso, separamos um guia completo sobre a separação. Descubra como se preparar para lidar da melhor maneira possível com essa situação.

Fique por dentro de quais são os seus direitos e o que pode ser feito para que a separação ocorra sem transtornos para nenhuma das partes.

Meu marido pediu a separação o que fazer: como lidar com o pedido de separação

Para responder de forma adequada a dúvida comum de milhares de mulheres, é preciso analisar o contexto de uma separação. Afinal de contas, se o meu marido pediu a separação o que fazer?

Uma separação pode ser uma das experiências mais estressantes e emocionais na vida de qualquer pessoa. Qualquer que seja o motivo da separação, o rompimento de um relacionamento pode virar tudo de cabeça para baixo.

Afinal de contas, vocês já estavam acostumados com uma vida e uma rotina juntos. Com a separação tudo isso muda. E a verdade é que nem sempre estamos preparados para seguir adiante.

Mesmo quando um relacionamento não está sendo bom, a separação pode ser extremamente dolorosa. A separação representa uma grande perda, não apenas da parceria, mas também dos sonhos e compromissos que foram compartilhados.

Os relacionamentos românticos começam com um grande entusiasmo e planos para o futuro. Talvez vocês tenham imaginado que seria para sempre, mas agora o seu marido te surpreende com um pedido de separação.

Quando um relacionamento falha, sentimos profunda decepção, estresse e tristeza. Uma separação destrói tudo que foi construído de uma só vez. Tudo é interrompido: sua rotina e responsabilidades, sua casa, seus relacionamentos com familiares e amigos.

Uma separação também traz muita incerteza sobre o futuro. Como será a vida sem o seu parceiro? Você encontrará outra pessoa? Você vai acabar sozinha? Essas dúvidas podem se tornar muito persistentes e muito prejudiciais para a sua saúde mental.

É possível evitar a separação?

Se meu marido pediu a separação o que fazer, é preciso encontrar uma solução. Não basta apenas pensar em aspectos negativos, tendo em vista que a união de duas pessoas depende da vontade de cada um.

E se o seu marido realmente deseja se separar, essa vontade deve ser respeitada. Você pode até tentar atrasar o processo de separação, mas isso não vai funcionar muito bem.

Mas sim, é possível evitar que uma separação aconteça. E isso não significa que existe um método para simplesmente não aceitar a separação. Atualmente, a separação depende de apenas uma pessoa.

Ou seja, se o seu marido quer se separar, ele vai conseguir isso, nem que precise entrar na justiça pedindo o divórcio. Mesmo sem a sua vontade, o pedido será processado, os bens serão divididos, a guarda dos filhos será determinada e muito mais.

Ou seja, legalmente falando, não existe nada que você possa fazer para permanecer casada com o seu marido por um longo tempo. Você pode até atrasar um pouco o processo, mas isso não é nada recomendado.

Mas então, como fazer com que o pedido de separação não prospere? O segredo está na conversa com o seu marido. Muitas mulheres perguntam meu marido pediu a separação o que fazer, sem saber que a resposta pode ser o simples diálogo.

Converse com o seu marido sobre a separação

Quais são os motivos que estão levando o casal a um processo de separação? Quais são os fundamentos do seu marido para querer se afastar do relacionamento? Muitas vezes os motivos são tão simples que podem ser resolvidos com o diálogo.

Por isso, vale a pena sentar com o seu marido e entender quais são as suas preocupações. Talvez ainda seja possível reverter a situação e buscar uma parceria mais madura.

Não é incomum que casais precisem de um tempo para depois voltarem a estar juntos. Logo, outra boa opção é a terapia de casal. Através de encontros, os dois podem dialogar com muito mais liberdade.

Durante a terapia, um terceiro neutro funciona como mediador. Ele faz perguntas e estimula o diálogo, fazendo com que o casal converse sobre temas que estão escondidos e que geram incômodo.

Mas atenção, nada disso garante que o seu marido vai desistir do divórcio. Se ele quer realmente se separar de você, é importante se preparar. Afinal de contas, uma separação pode gerar vários transtornos, mentais, físicos e financeiros.

Abaixo listamos algumas dicas para que você consiga lidar melhor com o pedido de separação. Depois, falaremos sobre os direitos que você tem, para que a separação seja justa e você garanta tudo que a lei te concede.

Dicas para lidar melhor com o pedido de separação

A maioria das mulheres que perguntam coisas como meu marido pediu a separação o que fazer não sabem como lidar com o pedido. Muitas se desesperam e tomam medidas sem pensar nas consequências.

No entanto, especialistas em separação afirmam que durante o processo é preciso manter a calma de qualquer maneira. Você não vai ganhar nada por se desesperar. Se o seu marido quer se separar, você terá que aceitar isso em algum momento.

Isso não significa que você não pode reagir de maneira negativa, que não pode chorar ou ficar chateada. Na verdade, você pode fazer tudo isso. Afinal de contas, cada pessoa reage de uma maneira diferente durante o rompimento de uma relação.

Separamos algumas dicas de especialistas que vão te ajudar a processar melhor o pedido do seu marido.

Não lute contra os seus sentimentos

É normal ter muitos altos e baixos e sentir muitas emoções conflitantes, incluindo raiva, ressentimento, tristeza, alívio, medo e confusão. É importante identificar e reconhecer esses sentimentos.

Embora essas emoções muitas vezes sejam dolorosas, tentar suprimi-las ou ignorá-las apenas prolongará o processo de luto. Ou seja, faz bem reconhecer que você terá muitas emoções e que cada uma delas será diferente. Aceite isso.

Fale sobre como está se sentindo

Mesmo que seja difícil para você falar sobre os seus sentimentos com outras pessoas, é muito importante encontrar uma maneira de fazer isso. Você pode conversar com amigas próximas, por exemplo.

Isso te ajudará a se sentir mais acolhida durante o processo de separação. Lembre-se que com a separação ou divórcio, muitos laços se rompem. Você perderá muitos amigos e muitas pessoas que eram próximas deixarão de falar com você no dia a dia.

Por isso é fundamental que você busque o suporte das pessoas que seguem do seu lado. Elas serão o seu porto seguro, agora que o seu relacionamento não existe mais ou está prestes a terminar.

Lembre-se de que você ainda tem futuro

Quando você se compromete com outra pessoa, cria muitas esperanças e sonhos para uma vida juntos. Depois de uma separação, é difícil deixar esses sonhos e planos no passado.

E muitas vezes as mulheres são levadas a acreditar que não terão futuro sem o marido. Afinal de contas, todos os seus planos foram com ele. Agora, como será a sua vida? Você nunca mais fará aquela viagem dos sonhos? Nunca terá o seu apartamento?

Essas são dúvidas que podem passar pela cabeça de qualquer mulher. Porém, existe vida após a separação. Tudo vai depender de você e das decisões que você tomar. Você ainda pode conquistar tudo que sonhou, sozinha ou com outra pessoa.

Meu marido pediu a separação o que fazer: como fica a questão dos filhos

Um dos detalhes mais importantes a serem levados em conta depois de um pedido de separação são os filhos.

Muitas pessoas simplesmente se esquecem desse detalhe. Mas tenha em mente que os seus filhos vão sentir um grande impacto – talvez até maior que o impacto que a separação fará em você e na sua vida.

Quando os pais não estão de acordo sobre a guarda dos filhos, a decisão deve ser tomada no judiciário. A preferência é sempre a guarda compartilhada, em que as crianças permanecem com os dois pais, em períodos alternados.

No entanto, um dos pais pode requerer a guarda individual, por acreditar que seja mais interessante para o filho. No judiciário o juiz sempre considerará os melhores interesses das crianças. Por isso as crianças geralmente são ouvidas durante o processo.

Como a separação pode ser feita

Agora que você já aceitou a separação e está lidando melhor com o pedido, vamos para a prática. Afinal de contas, você não continuará junto com uma pessoa que não te quer.

Existem duas formas básicas de levar a separação adiante. Uma delas é amigável e a outra é não amigável.

Se você está de acordo com o seu marido, os dois já conversaram sobre a divisão de bens e demais assuntos, poderão fazer a separação amigável. Isso pode ser feito em um cartório ou no judiciário.

No cartório a separação amigável só é possível quando o casal não possui filhos menores ou incapazes. Se existem filhos menores ou incapazes, a via requerida é a judicial – mesmo que vocês estejam de acordo com o divórcio.

Agora, se vocês não estão de acordo, não sabem como ficará a divisão dos bens e outros assuntos, como a guarda dos filhos, a separação deve ser judicial não amigável. Nesse caso, um juiz decidirá de acordo com os argumentos e defesa das partes.

Para a separação consensual as partes podem contar com um mesmo advogado. Agora, quando a separação não é consensual, as partes devem contratar seus próprios advogados para lidar com a situação.

Direitos da mulher na separação

Não se esqueça dos seus direitos durante a separação. O regime de bens escolhidos pelo casal durante o casamento ou o regime aplicável a união estável é o que determinará o que ficará com cada um.

Por exemplo, se o casamento é em comunhão parcial de bens, você terá direito a metade de tudo que foi adquirido durante a existência do casamento. O regime de comunhão parcial de bens é o aplicável a união estável, de modo automático.

Além da divisão dos bens, a mulher pode ter outros direitos. Um deles é a pensão alimentícia. Muitas vezes as mulheres saem da relação sem a menor condição de se manterem de forma autônoma.

Nesse caso, o seu marido poderá ser obrigado a fazer um pagamento mensal, chamado de pensão. Isso é muito comum principalmente em situações em que a mulher sempre trabalhou dentro de casa durante a relação.

Dessa forma, ao terminar o relacionamento, a mulher não consegue se manter sozinha. O juiz, nessa situação, geralmente determina uma pensão.

O mesmo vale para os filhos menores, que têm direito de receber uma pensão. Se a guarda ficar com você, o seu marido deverá pagar a pensão de modo integral. Se a guarda for compartilhada, o valor pode ser proporcional.

Bom, agora você já tem uma resposta mais precisa para a pergunta meu marido pediu a separação o que fazer. Contrate um advogado para te orientar passo a passo durante todo o processo.

Sobre Valter

Veja também

separação com filhos pequenos

Separação com filhos pequenos é possível

A separação com filhos pequenos é um dos temas mais polêmicos que existem. Afinal de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ficou com alguma dúvida?

Temos advogados prontos para te atender

Deseja conversar com um advogado?

Ficou com alguma dúvida?

Temos advogados prontos para te atender

Deseja conversar com um advogado?